segunda-feira, 9 de maio de 2016

Oportunidade para cursar o ensino médio em escolas púbicas (estaduais e federais) de qualidade comprovada.


“Quem tem muito pouco ou quase nada, merece que a escola lhe abra horizontes”.  (Emília Ferreiro)



Querido estudante e/ou responsável,



A adolescência é um período crítico caracterizado por uma série de mudanças, sociais, físicas e emocionais, sendo justamente neste período que ocorrem as transições acadêmicas importantes na vida dos estudantes. Alunos das escolas públicas municipais do 9º ano estão em um período importante de transição acadêmica porque terão que sair da rede Municipal para outra rede (Estadual, Federal ou Particular) para fazerem o ensino médio. Mas por incrível que pareça esse período tão importante para os estudantes passa despercebido pelos responsáveis pela educação deste pais, pelas escolas, pelos pais e pelas crianças.
Normalmente os estudantes da rede municipal vão para as escolas estaduais direto pela “matrícula fácil”[1] sem se preocuparem com os estudos, perdendo as grandes oportunidades que existem neste período. Eu passei por isso quando era aluna e ao retornar à escola como professora jurei que meus alunos não passariam pela falta de informação, de orientação e de preparação que eu passei. Por isso criei esse projeto que tem por objetivos informar, orientar, despertar o interesse, incentivar, nutrir sonhos e elevar a autoestima dos estudantes para que aprendam a aprender com prazer em adquirir conhecimento. Para que eles tenham a motivação necessária para se tornarem autônomos em relação a aprendizagem e a vida. Além disso buscamos incentivar e preparar os alunos da nossa escola para olimpíadas escolares (OBMEP, OBA, OBI, MOBFOG), para prestarem concursos públicos de acesso ao ensino médio em escolas públicas de qualidade e conquistarem bolsas de estudos em projetos sociais (COLIBRI e ISMART).
Este projeto vem sendo desenvolvido na Escola Municipal Presidente Médici desde 2004, por isso já temos a comprovação de que os alunos que se preocuparam em prestar concurso na 8ª série (9º ano) não temeram o vestibular nem outros concursos públicos. Eles iniciaram o ensino médio com disciplina de estudo e autonomia tendo objetivo de se prepararem para o vestibular. Hoje muitos estão em universidades públicas (UNIRIO, UFF, UFRJ, UFRRJ) e particulares com bolsa integral (medicina – Estácio). Outros já se formaram, por exemplo: 2 (dois) oficiais da marinha pela Escola Naval, 1(um) em Desenho Industrial pela PUC (bolsa de integral), 1(uma) em matemática pela UERJ (fazendo Mestrado) e 1(uma) em Engenharia Química pela UFRJ. Com exceção dos militares, todos os outros alunos chegaram nesse patamar oriundos da escola pública sem terem feito cursinhos preparatórios.
 Nosso principal apoiador neste projeto é a família dos estudantes. Adolescentes, especialmente em período de transição acadêmica, precisam de apoio, disciplina de estudo e motivação para acreditarem na importância dos estudos e confiarem que eles têm potencial para passarem nos concursos e vencerem esse, ou qualquer outro desafio na vida.
            Ao final do 9ª ano o estudante da rede municipal será orientado a fazer a inscrição para o ensino médio onde poderá escolher 3 escolas estaduais sendo (ou não) encaminhado para uma destas escolas pela Secretaria Estadual de Educação através do site “Matrícula fácil”  http://www.matriculafacil.rj.gov.br/
 Mas além disso existem melhores opções que eles perdem porque nem sabem que existem ou não se sentem preparados. Eles podem prestar concurso público para entrar em uma escola estadual ou federal de qualidade comprovada: FAETEC, PEDRO II, CEFET, IFRJ, CTUR/RURAL, FIOCRUZ, CAP-UFRJ, COLÉGIO MILITAR, ESCOLA SESC DE ENSINO MÉDIO e outras. Além das militares EPCAR e Colégio Naval.

            Segue aqui algumas dicas para todos os estudantes irem além do que é ensinado em sala de aula e, assim, melhorarem o seu desempenho para conquistarem aprovação nos concursos públicos sem a necessidade de cursinhos preparatórios.

1º - Não pode chegar atrasado ou faltar às aulas, pois isso fará com que ele fique “perdido” na matéria causando dificuldades para compreender novos conceitos;

- Durante a aula ele deve estar concentrado, sem distrações, prestando total atenção à explicação do professor. Pois o conhecimento se processa no seu cérebro, havendo necessidade de disciplina, concentração e participação efetiva (fazendo e respondendo a perguntas) durante as aulas;

- É primordial a realização dos exercícios propostos pois estes são para aprender e ampliar o conhecimento. A prática é importantíssima para o aprendizado e memorização. Portanto não dê a desculpa que não fez o exercício porque não sabe. O exercício é para aprender, não precisa acertar, mas sim, fazer. Só assim surgirão dúvidas e vale ressaltar que dúvida é algo positivo significando que a pessoa está raciocinando sobre o assunto, logo estará em processo de aprendizagem. Quem não faz vários exercícios  não aprende direito, no máximo entende e depois esquece;

- Em casa, é necessário um horário diário de estudo, para reforço do conteúdo e fixação do aprendizado. O tempo de aula é pouco, é necessário que disponha de mais horários de estudos. Refazendo os exercícios de aula e fazendo novos exercícios para ampliar o conhecimento. Faça um planejamento semanal, organize os horários para aproveitar todo tempo possível para estudar;

- Sempre que tiver dúvidas pergunte ao professor. O professor não tem como saber o que você não está entendendo, você precisa “pôr para fora” através dos exercícios (certos ou errados) ou falando. Assim, havendo erro aprenderá concertando-o. Quando acertamos ou aprendemos sentimos um prazer que ativa o nosso cérebro para fazer o registro automático de memória e dar motivação para novas aprendizagens;

6º - Precisará muito fazer reforço extra – Busque estudar por livro didáticos, não se prenda só a apostila ou a uma única fonte de estudo. Procure conteúdos, em livros, listas de exercícios, apostilas, vídeoaulas e, principalmente, em provas de concursos anteriores, que poderão ser retiradas nos sites das escolas que escolher. Peça ajuda ao professor, parentes e amigos. Ao se mostrar interessado as pessoas irão te ajudar;
7º - Ficar atendo aos sites das instituições - Nos sites das escolas são disponibilizados os programas das provas, editais e provas de concursos anteriores.  Algumas instituições, como a SESC de Ensino Médio tem material de estudo com banco de questões. Nos editais e nos programas o candidato poderá saber os conteúdos cobrados para ir estudando. Também é importante fazer provas anteriores, pois é uma excelente forma de preparação;
8º - Usar a tecnologia para estudar - Segundo Steve Jobs (Apple) a tecnologia que você domina é boa, mas aquela que te domina é ruim. Então passe a usar o WhatSapp, Facebook e Youtube para o que realmente importa no momento que é estudar. Assista videoaulas, troque informações com colegas, busque conteúdo, entre nos sites das escolas e etc;
9º - Aproveitar os benefícios - A metade (50%) das vagas destes concursos é reservada para alunos de escolas públicas, possibilitando o maior ingresso de bons alunos oriundos das escolas municipais. Outro benefício é o não pagamento de taxa de inscrição para alunos carentes ISENÇÃO, mas para isso é preciso seguir o que estiver estipulado no edital no ítem Pedido de isenção da taxa de inscrição;                            
10º - Preparar a documentação - Não esqueça que é necessário providenciar o CPF e a Carteira de Identidade com antecedência. Algumas inscrições começam a partir de abril, por isso é preciso providenciar toda documentação o mais rápido possível.
Os alunos que tem ou terão mais de 17 anos em 2017 poderão concorrer às vagas do PROEJA (Educação de Jovens e Adultos) com vagas para o ensino noturno na maioria dessas escolas.

Para passar é preciso primeiro querer, depois disso ser esforçado, estudioso e persistente. Tenha motivação e estratégias de estudo e a sua inteligência será estimulada ao ponto de você se surpreender com a sua própria capacidade. Acredite!!!

                                                                                              “Pobreza é a falta de oportunidade de o                                                                                                ser humano desenvolver seu potencial”.
(Jorge Amado)



            Rio de Janeiro, 24 de fevereiro de 2016.


                                                                     Kátia Machinez da Cunha
                                                                              profkatia2007.blogspot.com



[1] “Matrícula Fácil” está entre aspas porque não é fácil e nem é garantido que o estudante irá para uma escola que escolheu nem que conseguirá uma vaga.  



RELAÇÃO DAS PRINCIPAIS ESCOLAS PÚBLICAS DE ENSINO MÉDIO DE QUALIDADE COMPROVADA LOCALIZADAS NO MUNICÍPIO DO RIO DE JANEIRO.

 Procure entrar nos sites das instituições e busque mais informações dos cursos. O ideal é fazer o máximo de concurso que puder, de preferência todos, para pegar mais experiência e aumentar as possibilidades de passar em pelo menos um deles.

·         ESCOLA SESC DE ENSINO MÉDIO – Escola residência
Av. Ayrton Senna, 5677 – Jacarepaguá Tel.: 3214-7402/ 3214-7474
Curso: Ensino Médio regular Integral


·         CEFET - Centro Federal de Educação Tecnológica
Unidade Maracanã
Av. Maracanã 229 - Maracanã - CEP:20271-110
Rio de Janeiro - RJ - Brasil 
Tel: +55 21 2566-3022
                        www.cefet-rj.br / www.unibrasilvestibulares.com.br

Unidade de Ensino Cursos
Maracanã :            Edificações, Estradas, Meteorologia, Eletrônica, Eletrotécnica, Mecânica,
Informática, Segurança do Trabalho, Administração, Telecomunicações
Nova Iguaçu:          Eletromecânica, Informática, Telecomunicações e Enfermagem
Maria da Graça:   Manutenção Automotiva, Segurança do Trabalho e Automação Industrial
PROEJA (modalidade Jovens e adultos) é oferecida para alunos com mais de 17 anos.
PÓS-MÉDIO (modalidade para quem já concluiu o ensino médio e quer só o técnico).


·         IFRJ – Instituto Federal de Educação Tecnológica do Rio de Janeiro
                        Rua Senador Furtado, 121/125 – Maracanã – Tel. 2596-4618 / 2596-1771
                        Rua Lúcio Tavares, 1045 – Nilópolis – Tel.2691-4499 / 2691-2212
            www.ifrj.edu.br                                                      
            Cursos:  Química Industrial, Biotecnologia, Controle Ambiental, Laboratório de Farmácias, 
                         Meio Ambiente, Alimentos e outros distribuídos em várias unidades.    
            PROEJA (modalidade Jovens e adultos) é oferecida para alunos com mais de 17 anos.


·         COLÉGIO PEDRO II
Rua Bernardo de Vasconcelos, 941 – Realengo – Tel.: 3159-9832
Rua Barão do Bom Retiro, 726 – Engenho Novo – Tel 2501-4084
Rua Campo de São Cristóvão, 177 – São Cristóvão – Tel 2580-7775
Rua São Francisco Xavier, 204 – Tijuca – Tel 3872-2230
Av. Marechal Floriano, 80 – Centro – Tel 3213-3100
Rua Humaitá, 80 – Humaitá – Tel 2537-4012
     Vagas: C.A (sorteio); 5ª série, Ensino Médio Regular ou Integrado (informática e
                  Meio Ambiente) e PROEJA (noturno)
      
·         ESCOLA POLITÉCNICA JOAQUIM VENÂNCIO - FIOCRUZ
                        Av. Brasil, 4365 – Manguinhos – Tel: 3865-9797
                        WWW.processoseletivo.epsjv.fiocruz.br /   www.epsjv.fiocruz.br
                       Cursos: Análises Clínicas e Gerência de Saúde


·         ESCOLA POLITÉCNICA DA UNIVERSIDADE RURAL– UFRRJ
                   Av. Rio Santos, km 47 - Seropédica   Tel:(21)2682-1004 / Fax(21)2682-2134
                         WWW.ctur.ufrrj.br/   
                        Cursos: Técnico em:  Hospedagem,  Agroecologia, Agrimensura, Meio Ambiente,  Ensino    
                                       Médio regular. Proeja e Pós-médio
                  
·         COLÉGIO DE APLICAÇÃO DA  UFRJ
                        Rua J.J.Ceabra, s/nº- Lagoa – Tel: 2294-6597 /  2511-5382/ 2562-2010
                        Vagas: C.A (sorteio); 5ª série e Ensino Médio (concurso)
                        www.cap.ufrj.br

·         COLÉGIO MILITAR DO RIO DE JANEIRO

           Rua São Francisco Xavier, 267 - Maracanã
          Tel: 2567-5668 / 2567-5760 / 2569-3767  - Fax 2568-9222
           WWW.cmrj.ensino.eb.br


ESCOLAS TÉCNICAS ESTADUAIS - FAETEC

A FAETEC tem por objetivo formar mão de obra técnica para suprir a necessidade do Estado do Rio de Janeiro. Além dos cursos técnicos a Faetec possui vários cursos livres, Creches, Escolas de Música, Ensino Fundamental, pós-médio, Superior e outros.  Por ter várias unidades, o aluno deverá no ato da inscrição escolher a escola e o curso, não podendo trocar após o concurso. Site:  www.faetec.rj.gov.br  ou 0800-2828585

·         Oscar Tenório: R. Xavier Curado, s/n – Marechal Hermes -2450-2154
Cursos: Administração, Contabilidade e Patologia.

·         Visconde de Mauá:R. João Vicente, 1775 – Marechal Hermes –    Tel: 3350-7188
Cursos: Eletromecânica, Eletrônica, Eletrotécnica e  Mecânica.

·         República – R. Clarimundo de Melo, 647 – Quintino – Tel: 2596-3194
Cursos: Eletrônica, Enfermagem, Informática, Mecânica e Telecomunicações.

·         Instituto de Educação: R: Mariz e Barros, 273 – Pça da Bandeira – Tel: 2569-4073 - 
Cursos: Formação Geral, Informática.

·         Adolfo Bloch – R. Bartolomeu de Gusmão, 850 – São Cristóvão – 2569-4737/2567-5818    
Cursos: Empreendimentos, Eventos, Propaganda,  Sonoplastia, Dsing Gráfico, Edição e
Gerenciamento de Informações.

·         Ferreira Viana–.General Canabarro, 291–Maracanã –Tel.2569-0224 / 2569-6927  
Cursos: Edificações, Eletrotécnica, Telecomunicações

·         Juscelino Kubitschek – R. Jornalista Antonio de Freitas, 75 – Jd. América– 2471-4834   
Cursos: Administração, Eletrotécnica, Patologia, Turismo.

·         Santa Cruz: Largo do Bodegão, 46 – Santa Cruz –  Tel: 3395-0084
Cursos: Eletromecânica, Enfermagem, Informática e Segurança do Trabalho.

·         Henrique Lages: R. Guimarães, 182 – Barreto – Niteroi -Tel: 2622-3411
Cursos: Edificações, Eletrotécnica, Eletrônica, Estruturas  Navais,Máquinas Navais.

·         João L. do Nascimento: R. Luiz de Lima, 272 – Centro Nova Iguaçu – RJ -    2667-3165     
Cursos: Administração, Edificações, Eletrônica e  Eletrotécnica.





 ESCOLA MILITARES - ENSINO MÉDIO PARA MENINOS

             É um concurso muito procurado e disputado no Brasil inteiro por ser o início de uma carreira militar de oficialato, ou seja, inicia como aluno e se forma oficial ao final dos 7 anos (3 ensino médio e 4 faculdade) nas instituições militares seguindo o plano de carreira de cada uma delas.
Para ingressar nestas escolas o aluno precisa estar muito bem preparado. Estudantes das escolas públicas precisam de, no mínimo, dois anos de preparação básica, por isso, o ideal é iniciar a preparação no 7º ou 8 º ano. É necessário estudar muito por livros e por apostilas de concursos, sozinho ou montando um grupo de estudo com colegas que tenham o mesmo objetivo. Porém, se puder, o ideal é que faça um cursinho preparatório especializado neste tipo de concurso.
O Projeto Colibri da Aeronáutica auxilia alunos das escolas públicas da região do Campo dos Afonsos (8ª CRE – RJ) na preparação gratuita para esses concursos, mas o estudante precisa passar por um processo seletivo.

·         MARINHA - COLÉGIO NAVAL
Localizada em Angra dos Reis -  Sexo masculino – idade 15 a 17 anos

      Av. Alte. Sylvio de Noronha, s/n – Castelo. 20021-010 - Rio de Janeiro - RJ  - Tel (21) 3974-1572


·         AERONAUTICA - ESCOLA PREPARATÓRIA DE CADETE DO AR – EPCAR

           Sexo masculino – idade 15 a 17 anos - Localizada em Barbacena - MG                  

Rua Santos Dumont, 149 - Bairro São José - Barbacena-MG - CEP 36205-058
Tel./Fax: (32) 3339-4050 ou 3339-4051
Atendimento ao público: 9 às 12 horas e das 13:30 às 17 horas de 2ª à 6ª feiras, exceto feriados.
E-mail: epcarconcursos@gmail.com
        http://concursos.epcar.aer.mil.br/









domingo, 24 de abril de 2016

É possível um estudante de escola pública passar para o Colégio Naval sem fazer cursinho?

O que você acha? É possível que um menino pobre de 15 anos que estuda em uma escola pública Municipal em Bangu, no Rio de Janeiro, passe para o Colégio Naval?

Eu diria que sim! Porque já tive dois alunos que passaram: Pedro e Alisson. Eles serviram de exemplo e inspiração para os outros alunos da escola. A história deles, da entrada no Colégio Naval em 2007 até a formatura na Escola Naval em 2014, já está neste blog (postagens dos anos anteriores). Eles estudaram muito no 8º e 9º ano, adiantando sozinhos, através dos livros, apostilas, provas anteriores, o conteúdo necessário para passarem nos concursos. Mas não conseguiram passar de primeira para o CN, como normalmente acontece, mas passaram em todos os outros concursos que fizeram. No ano seguinte fizeram um ano de cursinho preparatório e conseguiram realizar o sonho de passar para a Marinha. Hoje são dois rapazes maravilhosos, íntegros, fortes, bom caráter, realizados, encaminhados na vida e muito felizes.


Entrada no Colégio Naval (ensino médio) em 2007
Formatura na Escola Naval (ensino superior) em 2014


Em 2015 eu tive a grata surpresa de um outro menino Ari Guilherme, inspirado nesses dois,  querer fazer a prova para o Colégio Naval.
Ele me perguntou: Professora será que eu consigo passar? 
Eu disse que seria muito difícil, pois ele não tinha se preparado para esse concurso, mas que não era impossível. 
Aí ele perguntou: Então vale a pena fazer a prova? 
Eu disse: Claro filho, no mínimo você vai pegar experiência e terá visto se é isso ou não que você quer.  

Pois bem, ele foi lá e fez a prova com a tranquilidade de quem não está esperando nada com isso. No dia do resultado ele me mandou uma mensagem pelo Whatsapp: Professora, o que é isso? Meu nome está no site da Marinha. Eu corri e chamei minha filha para ela abrir o site da Marinha. Quando vimos o nome dele entre os aprovados não contivemos o choro. Foi uma surpresa incrível! Um momento inesquecível! Eu respondi para ele: Isso é que você passou. Ele não queria acreditar, achou que tinha algo errado. O coração parecia que ia explodir de felicidade e surpresa.
Na escola eu perguntei a ele se estava preparado para o teste físico. Se corria bem e sabia nadar. A resposta foi não. Ele disse: Eu só ando de bicicleta e não sei nadar direito. 
Fui com ele até a Universidade Castelo Branco, que tem um centro esportivo, para ver se conseguia uma preparação intensiva para ele, porque teria aproximadamente um mês para se preparar.
A recepcionista me falou espantada: Senhora, seu filho está se preparando para um concurso como esse e a senhora não pensou na preparação física? Eu falei para ela que ele não era meu filho e que também não estava se preparando para o concurso, que foi uma surpresa para todos nós ele ter passado. Peguei todas as informações e ele levou para casa. No mesmo dia a mãe foi com ele e fez a inscrição. Ele fez duas horas de preparação todos os dias incluindo a corrida e a natação. Teve ajuda, também, do professor Flavio na nossa escola, que foi Fusileiro Naval, que deu algumas dicas de como é o teste físico. Ele entrou em contato com o Pedro no Facebook que também deu algumas dicas e ficou super feliz em ter servido de inspiração para o Ari.
No dia do teste físico a mãe dele, D. Rose, ficou esperando e conversando com os outros pais lá fora do Centro de Formação da Marinha. Quando ela disse que ele tinha passado, de primeira, sem fazer cursinhos ninguém acreditou. Acharam que ela estava querendo contar vantagens e estava mentindo. A maioria dos meninos faz um, dois ou até três anos de cursinhos caros e de uma rotina intensa de estudo. Para esses pais seria impossível um menino passar, de primeira, sem fazer cursinho. Mas foi verdade e ele conseguiu passar também nos testes físicos. No resultado final ele ficou na reclassificação, tendo 9 pessoas na sua frente e não foi chamado. Ele também passou em outros concursos e está muito bem, mas o resto conto em outra postagem. 
Em matemática se alguém afirmar que nenhum consegue e você provar que pelo menos um conseguiu, você já negou a afirmação anterior. E eu estou aqui para provar que é possível sim. É possível que estudantes pobres de escola pública sem condições de pagar cursinho passem para concursos de alto nível como o Colégio Naval. 


















sábado, 23 de abril de 2016

Lição de casa. Certo ou errado?



Hoje o programa Como Será? da Rede Globo, que diga-se de passagem eu acho maravilhoso mostrou uma escola na Flórida onde o diretor Mr. Peter conseguiu excelente desempenho dos seus alunos através da simpatia, carinho atenção e a força propulsora chamada motivação : "Motivação ou estado motivacional é um conjunto de impulsos internos que nos levam a realizar certos ajustes corporais e comportamentais, refletindo a extensão para a qual o organismo está preparado para reagir física e mentalmente de maneira focada (Lent, 2010)"
Ao sentirem-se amadas, respeitadas, aceitas como são e estimuladas as crianças se motivam e com alegria e brilho nos olhos elas amam estudar e ir para a escola retribuindo o carinho do diretor que também se motiva a fazer mais e melhor por elas. Veja a reportagem http://glo.bo/1pslw0U

Mr. Peter acredita que eles não devam fazer lição de casa e isso gerou uma outra reportagem, muito boa por sinal com a pedagoga Adriana Camejo. Que falou sobre o fato de que lá as  crianças ficam 6h na escola e conseguem fazer a lição de casa lá, também falou da questão da idade, mas uma coisa não foi dita. Por estarem motivadas, elas não precisam ser obrigadas a fazerem lição de casa, elas mesmas geram interesse próprio e querem aprender mais e vão para casa com vontade de pesquisar e estudar mais. Veja a reportagem http://glo.bo/1ViOXAV

USANDO A LÓGICA!!

Primeira pergunta aos pais:
O professor consegue dar todo conteúdo, ensinar toda a matéria, fazer todos os exercícios e tirar todas as dúvidas de todos os alunos no tempo que tem em sala de aula?

Se a sua resposta for não. Então você entende que o tempo é limitado em sala de aula e que  o professor dá o resumo do conteúdo e apresenta uma forma facilitadora para aprendizagem daquele conteúdo para os alunos, apresenta exemplos e ajuda os alunos na solução de alguns exercícios. Mas não dá tempo para os alunos processarem todas as informações, terem dúvidas importantes para perguntarem, de praticar e nem de fazer aprofundamento do conceito.


Observe o diálogo com meus alunos:

Eu: Para que serve o caderno?
Eles: para copiar. 
Eu: Copiar para quê? 
Eles: para estudar depois.
Eu: E vocês fazem isso? Onde? Quando?

Eu: Para que serve o livro e por que vocês o levam para casa?
Eles: para estudar.
Eu: E vocês fazem isso? Onde? Quando?

Segunda pergunta aos pais:
O aluno que se limita só ao que é dado na sala de aula é um bom estudante ou é um estudante limitado?
Se a sua reposta for limitado. Você já entendeu a importância de se estudar em casa. O estudante precisa de tempo para tentar fazer os exercícios, ter as próprias dúvidas, fazer as as próprias descobertas e buscar o aprofundamento necessário para alcançar o seu objetivo.

Cabe ressaltar que precisamos acabar com o mito de que dúvidas e erros são sinais de burrice. Na verdade são de inteligência. Dúvidas e erros são importantíssimas para o processo de aprendizagem, é por tentativa e erro, persistência, busca de uma nova solução que chegamos ao acerto e geramos o prazer pela descoberta, pela aprendizagem e reforçamos a crença na nossa capacidade. Isso gera felicidade!!!

Observe outro diálogo:

Eu: Por que você não fez o trabalho?
Ele: Porque eu não sei fazer.
Eu: E como você vai aprender se não fizer?
Ele: E como vou fazer se eu não sei?
Eu: Então, me diga: Você só vai tocar violão o dia que aprender a tocar?
Ele: Não. 
Eu:  Você aprende a tocar violão tocando. Exercício não é para mostrar que sabe é para aprender, logo não precisa acertar, precisa tentar fazer, certo ou errado e continuar tentando.
        Quem desiste de tentar logo na primeira dúvida não irá aprender e isso é muiiiiiiiiiito prejudicial ao desenvolvimento cognitivo e emocional.


Lembro da minha filha que chegava da escola toda feliz dizendo que tinha "tabalinho" de casa pra fazer. Não tinha quem a fizesse tomar banho e comer antes de fazer o "tabalinho". Tirar essa motivação dela seria destruir todo encanto com a aprendizagem. Para ela não era uma obrigação era uma diversão e continua sendo assim até hoje. 
Criança adora aprender, adora descobrir coisas novas, o problema não é o dever de casa, mas a forma como ele é cobrado pela escola e pelos pais que tira o prazer das crianças e vira uma obrigação chata que eles querem fugir o tempo todo.
Minha filha estudou no ensino fundamental I em uma escola construtivista LUARTE A CASA DO CURUMIN em Bangu onde a motivação e o prazer em aprender são muito valorizados. O conteúdo não é o fim e sim o meio para se desenvolver a aprendizagem (eles dão todo o conteúdo muito bem dado). Depois estudou no ensino fundamental II e o ensino médio no Colégio Militar do RJ na Tijuca e  ama de paixão o CM. Ela passou de uma escola construtivista para uma conteudista e não sentiu nenhum impacto, pois sempre foi educada, disciplinada e ama estudar. Ela passou em três universidades militares (AFA, EFOMM e EN), duas públicas (UERJ - oceanografia, UFF - geofísica -1º lugar na classificação pelo ENEM) e duas particulares (PUC e FGV), optou pela FGV e ganhou bolsa integral por mérito acadêmico (7º lugar no vestibular). Hoje aos 20 anos fazendo um curso pesado de matemática aplicada ela chega em casa toda feliz, com o mesmo brilho nos olhos que tinha na infância. Está fazendo o que ama, aprender!!

Várias pesquisas já mostraram que o principal para um alto desempenho é a  motivação e estratégias eficientes de aprendizagem. Estudante motivado, ama aprender e vai além do que é pedido em sala de aula, estuda horas em casa por prazer e quer sempre mais. Sabendo como estudar direito aí não tem limites.  

Gostaria de sugerir aos pais que vissem o filme Mãos Talentosas com seus filhos. É a história de Ben Carson interpretada pelo ator Cuba Gooding Jr. (tem no NETFLIX).

Espero estar ajudando de alguma forma.

Abç.,





sexta-feira, 30 de outubro de 2015

INSCRIÇÕES PARA FAETEC-2016

Queridos pais e estudantes,

As inscrições para o concurso da FAETEC para o ano letivo de 2016 estarão abertas no período
01/11/2015 a  29/11/2015 e poderão ser feitas por meio da internet www.faetec.rj.gov.br ou diretamente na FBR: http://concursos.biorio.org.br.
Para quem não conseguir fazer elas também poderão ser feitas nos Polos Faetec Digital que estão relacionados no Anexo V do edital, somente dias úteis das 10h às 17h.

Todos os anos as pessoas têm dúvidas sobre concomitância interna e externa.

  • Concomitância interna é quando o aluno faz o ensino médio e técnico juntos na FAETEC (para alunos que terminaram o 9º ano e vão cursar o ensino médio técnico)
  • Concomitância externa é quando o aluno faz o ensino médio em outra escola e faz só o técnico na Faetec (o aluno precisa estar terminando o 1º ano e fará o 2º e 3º ano na escola que estuda junto com o técnico na Faetec) 
  • Subsequente é quando o estudante já concluiu o ensino médio e quer fazer só o técnico na FAETEC.
A FAETEC atende desde a creche até a faculdade, são várias oportunidades. Vejam tudo no site www.faetec.rj.gov.br em Concursos e Unidades.
Todas essas informações estão nos editais, leiam com atenção antes de fazer a inscrição.

Boa Sorte!!


Inscrições prorrogadas para o Colégio Pedro II - 2016


Prezados pais e estudantes,

As inscrições para o concurso de alunos para o colégio Pedro II foram prorrogadas por causa da greve do Banco do Brasil. Veja no edital http://www.cp2.g12.br/images/comunicacao/2015/OUTUBRO/retificacao_edital.pdf

O pagamento pode ser feito nos caixas eletrônicos para quem tem conta no Banco do Brasil ou direto no caixa (quando a greve acabar). Caso a data de vencimento tenha passado uma segunda via do boleto pode ser retirada.

No site abaixo são feitas inscrições ou retirada da 2ª via do boleto:
www.acessopublico.org.br/cpdois/index/4

Não esqueça de ler o edital, nele também tem o conteúdo programático da prova para preparação do candidato.

Boa Sorte !!!


quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Inscrições para o ensino médio nas escolas NAVE, NATA, ERICH HEINE, MIÉCIMO e outras na Matrícula Fácil


Queridos jovens e pais,

O período de transição acadêmica para os alunos do ensino fundamental (9º ano para o ensino médio) não é muito bem orientado nas escolas. Alunos das escolas municipais precisam se inscrever para as escolas estaduais e por falta de informação e orientação muitos acabam indo para escolas mais próximas da residência e até outras escolas que não gostariam de estudar, ficando desestimulados e até desistindo da vida acadêmica.
Este ano as inscrições da Matrícula Fácil está diferente, onde alunos sem orientação perderão uma grande oportunidade. Algumas escolas estaduais diferenciadas, onde o ingresso antes era feito através de concurso ( NAVE, ERICH HEINE, MIECIMO, NATA, etc ) este ano estão incluídas na matrícula fácil. Então além das escolas estaduais de ensino regular da região o candidato poderá escolher uma escola de ensino médio vocacional profissionalizante ou intercultural com ensino bilíngue.
A tabela abaixo mostra essas escolas, o curso e o endereço delas para facilitar a escolha.
Ao entrar no site leia o edital e se informe melhor sobre os critérios do processo seletivo antes de fazer a inscrição.
Faça uma escolha com sabedoria. Boa Sorte!

PERÍODO DE INSCRIÇÃO: 26/10/15 a 01/12/15

A matrícula será efetuada diretamente no site onde estão todas as informações:
http://www.matriculafacil.rj.gov.br/

ENSINO MÉDIO INTEGRADO • Modalidade instituída pelo Decreto 5.154/04 que prevê a integração da educação profissional às diferentes formas de educação, ao trabalho, à ciência e à tecnologia. • Compreende o Trabalho, a Ciência, a Tecnologia e a Cultura como categorias indissociáveis da formação humana.

OPÇÕES DE ESCOLAS NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
  • ENSINO MÉDIO VOCACIONAL PROFISSIONALIZANTE
    ESCOLAS
    CURSO
    ENDEREÇO
    CEIA Barão de Langsdorff

    Técnico em Agropecuária
    Estrada da Conceição, nº 4661 – Fazenda Conceição do Suruí – Magé - RJ
    CEFFA CEA Rei Alberto I -

    Técnico em Administração
    Estrada dos Três Picos – Baixada da Salina – Nova Friburgo - RJ
    CE Dom Pedro II

    Técnico em produção de Áudio e Vídeo; Téc. em Química
    Rua do Imperador, nº 400 – Centro – Petrópolis - RJ
    CE Infante Dom Henrique
    Técnico em Hospedagem
    Rua Belfort Roxo, nº 433 – Copacabana – RJ

    CE José Leite Lopes

    NAVE
    Téc. em Multimídias, Téc. em Roteiros para Mídias, Téc. em Programação de Jogos Digitais
    Rua Uruguai. Nº 204 – Tijuca - RJ
    CE Comendador Valentim dos Santos Diniz - NATA
    Téc. em Leite e Derivados; Tec. em Panificação
    Rua Cap. Juvenal Figueiredo, s/n° - Colunbandê- São Gonçalo - RJ
    CE Erich Walter Heine 
    Téc. em Administração
    Rua Manoel Lourenço dos Santos, s/n° - Santa Cruz - RJ
    CIE Miécimo da Silva
    Téc. em Administração; Téc. em Edificações e Téc. em Informática
    Rua Augusto Candini, s/nº - Campo Grande – RJ
    CE Hebe Camargo
    Téc. em Telecomunicações
    Rua Belquior da Fonseca, nº 1025 – Pedra de Guaratiba - RJ

    ENSINO MÉDIO VOCACIONAL INTERCULTURAL
    Nestas unidades o ensino é bilíngue com o idioma do país de intercâmbio
    Escola
    Intercâmbio
    Endereço
    CE Hispano Brasileiro João Cabral de Melo Neto
    Brasil - Espanha
    Rua Venceslau, nº 225 – Méier
    CIEP 449 Leonel de Moura Brizola
    Brasil – França
    Rua Carlos Ermelindo Martins s/nº - Charitas – Niterói
    CIEP 117 Carlos Drummond de Andrade
    Brasil – Estados Unidos
    Rua Tomaz Fonseca, nº 650 – Comendador Soares – Nova Iguaçú – RJ
    CE Matemático Joaquim Gomes de Souza
    Brasil – China
    Foco em matemática
    Rua Trovador Luis Otávio – Charitas – Niterói - RJ
    CIEP 218 Ministro Hermes de Lima
    Brasil – Turquia
    Av. Rui Barbosa, s/nº - Jardim Gramacho – Duque de Caxias

    ENSINO MÉDIO ARTICULADO AO ENSINO TÉCNICO
    ESCOLA
    CURSO
    ENDEREÇO
    CE Jornalista Maurício Azêdo
    Téc. em Logística
    Rua Carlos Seixas. s/nº - Cajú - RJ
    CE Circulo Operatório
    Téc. em Metrologia e Téc. em Biotecnologia
    Av. Tiradentes, nº 04 – Xerém – Duque de Caxias
    CIEP 111 Gelson Freitas

    Rua Ricardo, s/nº - Santo Elias – Mesquita - RJ
    CE São João

    Rua Bambi – Parque Santiago – Queimados - RJ
    CIEP 493 Professora Antonieta Salinas de Castro

    Rua Olavo Bilac, 161 – Nova Esperança – Barra Mansa - Rj

Em TIRE SUAS DÚVIDAS tem o link das escolas.  Clique para ver melhor as informações da escola  que você gostou.
http://www.matriculafacil.rj.gov.br/Duvidas.aspx